Ciclo Neoextrativismo e catástrofe – AGO – DEZ/22

Convidamos para o Ciclo de Conversas Neoextrativismo e Catástrofe, 2º semestre de 2022

Organização: Grupo de Estudos Modernidade e Catástrofe & Rede Interdisciplinar de Pesquisadores (USP)

Desde sua fundação, o Brasil tem seu território e sociedade determinados por sucessivos ciclos de extrativismo em grande escala. Do Pau Brasil, Ouro, Café, Cana de Açúcar, na colônia escravocrata, até a mineração e o agronegócio altamente mecanizados, tecnológicos e financeirizados, no presente. Uma constante que opõe a vida humana à vida não humana, que promete a miragem do progresso e do desenvolvimento, e que nos aproxima – de maneira cada vez mais veloz – da catástrofe climática e ambiental iminente.

Como pensar modelos possíveis para o prolongamento da vida da terra?

Sobreviveremos como humanidade?

Convidados :

Ailton Krenak – (sessão inaugural 10/08/2022)

Horácio Machado Araóz – (segunda sessão 29/09/2022)

José Miguel Wisnik – (terceira sessão 26/10/2022)

Paulo Arantes – (quarta sessão 18/11/2022)

*Evento gratuito e público com transmissões on-line

Instagram: @modernidadecatastrofe

Link do canal no YouTube: t.ly/VZzG

———–

https://www.youtube.com/watch?v=kC73CknA_I4 



Citar este post
Nilton Ken Ota (2022, 5 Agosto). Ciclo Neoextrativismo e catástrofe – AGO – DEZ/22. Rede Interdisciplinar de Pesquisadores - USP. Recuperado em 28 de Maio de 2024, de https://doi.org/10.58079/te46

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.